Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/sccontabil/www/wp-content/themes/the-simple/includes/view/blog/single-creative.php on line 46

É fundamental que sua contabilidade no ABC, preste todo o auxílio que possa vir a ser necessário para o bom andamento das atividades da sua companhia.
Por isso, é muito importante para o empregador, adotar medidas que protejam sua empresa e seus funcionários, juntamente com sua contabilidade no ABC, e, saber calcular o custo de um colaborador, faz toda a diferença para que tanto o empregado quanto o empresário estejam amparados pela lei e procedendo da forma adequada perante o Governo, por isso ele deve contar com a assessoria de uma boa Contabilidade no ABC.

Saber quanto custa um funcionário pode te poupar muitos contratempos, na hora de alinhar o financeiro da empresa.
Então depois de passar todos os dados trabalhistas para sua contabilidade no ABC, esta deverá elencar informações como salário bruto e encargos de impostos pagos sob um colaborador, além dos benefícios, como vale-refeição, transporte etc. só então poderá lhe entregar um cálculo completo sobre os valores que envolvem contratar e manter um trabalhador.

O impressionante, é que um funcionário, pode chegar a custar para a empresa, até 183% do seu salário bruto, segundo pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas juntamente com a CNI (Confederação Nacional das Indústrias). Nesta pesquisa foi notado que o salário em si, acomete apenas 32% do valor que a empresa gasta com o funcionário, todo o restante é destinado a encargos trabalhistas e obrigações sociais, como FGTS, 13º salário e INSS, por exemplo.

Procurando facilitar o entendimento de como estas contas são realizadas, iremos disponibilizar agora, um breve passo a passo de como proceder:

Antes de tudo faça um bom planejamento que englobe todos os gastos que você terá, inclua estratégias de gestão, e pondere os valores. Os gastos irão variar de acordo com a sua inscrição nos regimes tributários vigentes e disponíveis no Brasil.

Vamos começar pelo Lucro Real ou Presumido, onde você pagará por cada funcionário com base em seu salário bruto:

-Descanso semanal remunerado;
-Décimo terceiro;
-Seguro contra acidente;
-Salário educação;
-Fração de Férias;
-Alíquota de terceiros;
-Provisão de multa para rescisão;
-Contribuição patronal do INSS;
-Salário educação.

Agora o modelo de cálculo para o Simples Nacional, que exclui impostos sobre INSS Patronal, salário educação, contribuições ao SENAI, SESI, SEBRAE, Incra e seguro de acidente de trabalho.
Entretanto, ainda entram nas contas as seguintes disposições:

-Fração de Férias;
-Fração do 13º Salário;
-FGTS;
-Provisão de multa para rescisão/FGTS;
-Taxas previdenciárias.

Juntos, esses impostos representam em torno de 40% da oneração da empresa em relação ao funcionário e a porcentagem que abrange seus cálculos é previamente definida pelo governo.

Além destes custos existem ainda os gastos com uniforme, alimentação ou vales, treinamentos, transporte e planos de saúde ou odontológicos.

Seguimos então para um exemplo prático de como a Contabilidade no ABC realiza os cálculos específicos a cada regime.

Vamos usar um valor hipotético de um salário bruto de R$ 1.000,00 para iniciar pelo Simples Nacional:

Fração de Férias (11,11%) = R$ 111,11;
Fração do 13º Salário (8,33%) = R$ 83,30;
FGTS (8%) = R$ 80,000;
Provisão de multa para rescisão/FGTS (4%) = R$ 40,00;
Taxas previdenciárias* (7,93%) = R$ 79,30.

*Estas taxas referem-se a férias, FGTS e descanso semanal remunerado.

Somando um total de R$ 393,61 ou seja 39,37% do salário bruto, por tanto o funcionário custa para a empresa R$ 1.393,61*

*Deixando de lado o valor do vale transporte por conta de que este pode variar muito dependendo de cada região, mas que oneraria mais ainda esta conta.

Então chegamos ao Lucro Real ou Presumido, que levará em consideração as seguintes grandezas, ainda considerando um salário de R$1.000,00:

Descanso semanal remunerado (20%) = R$ 200,00;
Décimo terceiro (8,3%) = R$ 83,00;
Seguro contra acidente (3%) = R$ 30,00;
Salário educação (2,5%) = R$ 25,00;
Fração de Férias (11,11%) = R$ 111,11;
Alíquota de terceiros (3,3%) = R$ 33,00;
Provisão de multa para rescisão (4%) = R$ 40,00;
Contribuição patronal do INSS (20%) = R$ 200,00;
Salário educação (2,5%) = R$25,00.

Por tanto, o Lucro Presumido ou Lucro Real, destina 74,11% a mais de recursos sobre o que é pago ao trabalhador para impostos, o fazendo custar R$ 1.741,00 no total. *

*Novamente sem contar os valores de transporte.

Notem que mesmo ignorando valores como uniforme, alimentação, locomoção, planos de saúde, treinamentos etc. os valores chegam próximos ao do salário bruto do empregado, caso estes gastos sejam incluídos nesta conta, a somatória o ultrapassa com folga.

Por isso é importante ter em mente que contratar alguém é algo oneroso e que exige extrema atenção e um elaborado trabalho da Contabilidade no ABC.
Pense bem antes de novas contratações, pois estas terão um impacto significativo no orçamento dos seus negócios, não só no momento em que são realizadas, mas durante toda a estadia do trabalhador na empresa.

Para minimizar os riscos e manter suas previsões orçamentárias sempre em dia, contrate os serviços da São Caetano Assessoria Contábil e Fiscal, empresa que representa o que há de mais assertivo e eficiente no mercado de contabilidade, desde 1979 oferecendo a seus clientes a segurança que uma empresa necessita para seguir com suas atividades sem contratempos e prejuízos.

Rua Pedro José Lorenzini, 184/186 – Centro – São Caetano do Sul – São Paulo


Fale agora mesmo com nossos atendentes e firme seu negócio com a São Caetano Assessoria!
Telefone: (11) 4227-7070
WhatsApp: (11) 4229-1222
E-mail: contato@scontabil.com.br

0 comments on Contabilidade no ABC Aprenda a calcular o custo do seu funcionário
(11) 4227-7070

Contato@sccontabil.com.br
WhatsApp: +55 11 42291222